Nov 2004 - Relato de uma Viagem à Figueira da Foz


SEXTA-FEIRA, 26/11/2004


Alguém marcou a partida às 8 H da matina na sede do clube. Pois é, de manhã é que começa o dia. Para alguns …….Após uma hora e meia de espera (sim, porque os VIPs chegam sempre atrasados! Mas tivemos sorte porque ele fez barba ontem, senão …..) lá arrancámos para a bela cidade da Figueira.

Prego a fundo, mete a primeira, mete segunda (estamos na Cril), terceira a abrir (A8 é nossa!), quarta no red line – pausa para um break. Cafezito, cigarrito e …. chá de limão. Vamos lá embora pessoal. Oh pipi vê lá se me apanhas!!!

Chegámos! Finalmente! 200 Km em 4,5 Horas. Isto é que é velocidade!!!!
E uma grande cidade. Grande. Tão grande que foram necessárias muitas voltas, circulares (conhecemos minuciosamente dois quarteirões), até alguém se lembrar de perguntar o caminho para a pensão.

Pensão Belavista. Senhora à porta com ar desconfiado. Apresentações. São os meninos que telefonaram? Quantos são? Bem, reservei um andar só pra vocês! Então iniciámos a subida, árdua, lenta, devagarinho até à penthouse. Quartos com banho (e sem), águas quente e frias, TV e camas resistentes ao salto em comprimento! Oh menino, adivinhe lá que idade eu tenho? – pergunta a nossa simpática anfitriã. Bom, (diz o moço coçando o bigode) 60 anos? …… não? ……. 70????? Nãooooo?????? Oh menino, que simpático. Dê cá dois beijinhos. Tenho 87 aninhos. ……..(Upppps).

Vamos lá a despachar. Temos de ir prá exposição. Montámos o estaminé, pendurou-se a bandeira do MCL (além de que também tivemos de pregar as tábuas, os suportes, os quadros, o pano e pregámos com uma BM no nosso distinto espaço, facto que “inchou” o respectivo proprietário). UFFFF, tou farto de trabalhar. Já comia qualquer coisa.
Bora almoçar.

Primeiro restaurante à vista cheio de bandeiras do Sporting.

– Eu não entro ali !! Recuso-me a comer num sítio destes !!!!!!!

Bom, visita turística à Figueira. Depois de vários restaurantes finos e tascas malcheirosas, acabámos no restaurante …………… do Sporting. Empregada loura e antipática. Monossílabos e má vontade. Dez minutos depois já mostrava um sorriso. Vinte minutos e rondava a nossa mesa. Trinta minutos depois prometeu que nos ia visitar à exposição. AH, o que fazem os matrecos !!!!!!!??

- Fabuloso, … esta sopa está divina! (quem é que disse que não entrava aqui?)

Ordem do dia – Ninguém se embebeda ao almoço!
A comida estava boa. O branquinho à pressão escorria fresquinho pelas goelas cansadas da looooonga viagem e do “excesso” de trabalho. Ora bolas, não se pode fumar aqui. Bem, a loura diz que podemos ir fumar para o corredor. Só que o balcão estava no caminho e….. tivemos de parar – o São Domingos chamava-nos!!! E vai um, …… outro, …… (não se embebedem já ao almoço), …. e mais um por conta da casa.

Vamos lá trabalhar um bocado … (trabalhar ????? neste estado ?????)
Pavilhão da exposição – conseguimos espalhar o merchandising pela bancada. Ainda bem que trouxemos a garrafita!!! Não é para beber toda hoje, senão amanhã temos de comprar outra (!!! ???)
Deu-se início ao campeonato de raters (humanos). Que estoiro!! (que fedor).
Apareceu o Manivelas. Ofereceu-nos um presente. O Prof. Pardal não conhece. Prova, vais ficar a conhecer o Manivelas (pró resto da vida)! Quem não conhece não percebe nada do mundo das motos!

Aghhhhh ……. Ohhhhh ……. Água, água ……..

E a tarde lá passou, com mais concorrentes ao troféu de RATERS, o Prof agarrado à garrafita da água, alguns visitantes na exposição ……..
Jantar – Encontrámos o Tó Manel. O fundador juntou-se ao pessoal. (bom filho à casa volta). Mariscada. Chegou o Veiga e o Nuno. Toca o telemóvel. Toca outra vez o tlm. E mais uma…….. èpa este gajo não larga o tlm, parece um call center. Chegaram os Rochinhas e a 1ª dama. Vamos prá nigth !

A noite foi dura! Pitinhas, canecos, música, pitinhas e mais canecos. Venham as pitinhas que EU RIPO DO NABO E …. TUMBA!

Ás 7 (sete) da manhã o pipi encomendou o room service. Todos tiveram direito a acordar.

SÁBADO, 27/11/2004

Mais exposição. Chegaram os participantes no passeio MCL. A malta aderiu em força. Veio o Pégaso, o Zé da Lena e a Lena do Zé!. ……..(sem comentários). Mais tarde apareceu o Cerejo.

Almoço no ………...restaurante do Sporting. Free Trial de tarde. Alguns bravos do team MCL despediram-se da família e dos amigos e colaboraram voluntariamente (???????) no espectáculo (gandas malucos, esticados no chão com as motos a passarem por cima). HERÓIS!!!!!
(Informamos que o call center continuava a facturar!)
Acabou o show das motos com os pilotos a queimarem os pneus. Mas a malta não se fica atrás!!!! Voltámos para a nossa banquinha e …… vai de raters. Agora com (ainda) mais concorrentes. O MCL não Pára !!!!!

A direcção foi para o Casino (Gente coisa é outra fina).
Jantar ………. no restaurante do costume! E vamos prá nigth! Bem, motards sem strip tease não são motards! E vamos pró strip. Bom, strip é ……….. strip. MAS não é motivo para parar um call center !!!!!!! Voltámos ao bar no centro. Chegámos tarde. As gajas estavam a sair. O pipi saltitava atrás delas. O Prof. Pardal corria atrás do pipi (e das gajas). O Vinil é que está a dar. Bora Lá! De volta para a pensão. O quarto do Cerejo tem uma arca a barrar a porta.
Às sete da manhã (pra variar) o pipi acordou a malta toda.
A arca voltou a estacionar à porta do Cerejo.

DOMINGO, 28/11/2004

Tempo cinzento. Chove! A malta vai acordando. Abrem-se as portas dos quartos. Ainda cheira a álcool. E a outras coisas (puffff). E a outras também! A arca tem pés!
De novo para a exposição. Chove. Vamos levantar ferro. Arruma-se tudo. As motos e os carros de apoio rumam à estrada. O rochinha lidera o cortejo. Paramos para almoçar.
Boa, vamos ao leitão! Comemos o leitão e……. o leitão comeu-nos a carteira.
Volta prá estrada.
A8 ou A1?
A8 !!! ……..
Não, é melhor A1!!!
A1 ou A8 ?????
Bem, conseguimos chegar a Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe comentário